Caminho do Trader

Um caminho para Traders Talentosos

Muito se escreve sobre como traders podem ser tornar mais consistentes. Fica parecendo que o objetivo final é a consistência. Mas não é. Na realidade, a carreira de um trader começa quando a consistência é alcançada.

Nesse artigo vamos explicar o que vem depois: o caminho para se tornar um trader profissional; como usar sua consistência como alavanca, atrair capital de terceiros e assim maximizar seu potencial.

Seja seu objetivo trabalhar “na mesa” de uma empresa de trading (prop shop) ou banco, seja gerenciar capital de familiares ou parceiros investidores: seguir esse caminho é inevitável.

Conta de demonstração não vale

Quando estamos começando achamos que o mais importante é criar um método. E que então, depois ter sucesso em uma conta demo por 3-6 meses (com disciplina e registrando as estatísticas da conta), a transição para uma conta real vai ser ultra simples.

Infelizmente não é simples assim. E para muitas pessoas, essas transição da conta demo para real é um verdadeiro desafio. Seja por causa de medo, falta de capital, ou alguma outra questão psicológica, quando seu “suado dinheirinho” está na reta, a maioria dos bons hábitos são deixados de lado.

Para conseguir investimentos, você vai precisar de um histórico (track record) de uma conta real, que você esteve negociando por pelo menos 18-24 meses.

Monitoramento Independente

Quando você começar a construir seu histórico, lembre-se de utilizar uma ferramenta de análise independente. Isso te permite três coisas:

  • economizar tempo coletando dados e gerando relatórios;
  • que parceiros investidores peneirem qualquer detalhe do seu trading que queiram;
  • que você comprove que você quem operou aquela conta de trading;

Além dessas medidas quantitativas, você também deve fornecer uma descrição de sua abordagem. E explicar por exemplo:

  • qual é sua estratégia? Ela sistemática? discricionária? mecânica? manual?
  • como você se compara com seus competidores?
  • qual é sua vantagem competitiva (seu edge)?
  • quem é seu investidor-alvo? Qual o perfil dele?

Sorte ou competência?

Todos os requisitos listados acima fazem parte da diligência conduzida por parceiros investidores para determinar quão habilidoso é o trader. Mas um histórico de 2 anos não garante que o trader vai continuar tendo o mesmo desempenho. A estratégia pode ter limites inerentes (especialmente no caso de estratégias de curto-prazo ou scalping); a psiquê do trader pode ser influenciada pela quantidade capital alocada a ele; a disciplina do trader por ir ladeira abaixo…

Então quais são algumas medidas objetivas que podem ajudar esse parceiro investidor a traçar um expectativa futura?

Qualidade dos retornos

A primeira coisa a se entender é que “lucro absoluto” não importa. A distribuição de lucros e perdas em termos percentuais é melhor (pois não leva em consideração o tamanho da conta). Abaixo está um exemplo de uma probabilidade de distribuição de retornos aleatória.

Curva de distribuição

A primeira coisa a se reparar é se a média da distribuição é positiva ou negativa, dentro de um certo intervalo de confiança. Em nosso exemplo, a média é ligeiramente positiva, mas também há uma quantidade significativa de retornos negativos.

Valores descartados

A segunda coisa a se fazer é remover os valores discrepantes. Alguns históricos de performance parecem excelentes em termos percentuais, quando de fato quase toda performance é advinda de uma ou duas trades. Removendo essas discrepancias (que de forma bem simplista são retornos que evidentemente desviam muito da média) você obtém uma representação melhor das métricas de performance médias.

No exemplo abaixo temos uma clara discrepância que precisa ser filtrada: um salto gigante, perto do início do histórico do trader. A conta de repente salta de 10.000 para 20.000. Isso é uma “bandeira vermelha”, especialmente porque o desempenho sub-sequente é quase zero-a-zero (breakeven).

Balanço

Ou tivemos uma operação de tamanho anormal, ou um depósito na conta, mas em qualquer caso é estranho e precisa ser eliminado da “distribuição de retornos”. Esse trader dificilmente passaria na fase inicial de avaliação.

Outra maneira de se checar a qualidade dos retornos é a utilização das próprias estatísticas geradas pelo sistema de monitoramento. Exemplos desses dados são o Desvio Padrão e o GHPR.

Avaliação de Risco

Para entender o raciocínio por trás de uma bola avaliação de risco, vamos usar o caso de um trader que, se avaliado apenas pelo percentual de lucro obtido, parece ter encontrado o santo graal:

Lucros

No gráfico acima a linha vermelha representa o patrimônio consolidado (patrimônio das posições fechadas) e a linha amarela representa o atual patrimônio real (considerando operações abertas). Quando vejo traders com um belo patrimônio consolidado, mas um horroroso patrimônio real, fico com os dois pés atrás. Isso significa que o trader está mantendo abertas trades perdedoras e apenas fechando trades lucrativas.

O gráfico abaixo ilustra o sempre crescente rebaixamento (drawdown ou DD) que o trader está acumulando. Investidores sérios não se preocupam com o desempenho absoluto. Eles se preocupam com o desempenho ajustado a risco (risk-adjusted performance). Se um trader tem um drawdown máximo (MaxDD) de 50%, não importa se ele faz um retorno de 100% em um ano. Um investidor com certeza prefere um trader que possui MaxDD de 2% e uma performance de 4% ao ano. Mesmo ratio recompensa/risco, mas um impacto totalmente diferente no portfólio e na psiquê.

De um modo geral, recomendamos que traders mantenham um drawdown inferior a 5% ao mês, e tentem fazer pelo menos o mesmo tanto de retorno. E isso é para uma conta de “trader de varejo” (entre $1000 e $25.000). Para contas maiores, um DD mensal de 2% a 3% é uma boa medida.

Rebaixamento

Pode ter certeza: você nunca vai conseguir investimento segurando posições perdedoras dessa forma, muito menos com um MaxDD de 75%! Hoje em dia traders são monitorados em tempo real e investidores parceiros avaliam quanto está está em risco (geralmente olhando-se a maior perda – consolidada ou não – que ocorreu nos últimos 20 dias úteis). Isso vai “tirar da praça” traders que mantém as perdas abertas e fecham os lucros muito rápido.

O valor arriscado historicamente pode parecer excelente por não levar em conta swings no capital que ocorrem ao longo de um dia. Já o Valor Arriscado Atual (Current Value at Risk – VaR) permite essa avaliação e é excelente para detectar traders que:

Além do Current VaR, parceiros investidores também gostam de entender qual a consistência dos retornos. Essencialmente, isso é feito dividindo-se o lucro médio pela perda média de um período, e verificando-se se há mudanças significativas de um mês para o outro, de um trimestre para o outro e de um ano para o outro. Consistência é indispensável.

A situação profissional do trader

Esteja preparado para descrever sua situação pessoal. Investidores preferem ver personalidades estáveis e vidas estáveis. Esteja pronto para responder as seguintes questões:

  • qual é sua rotina diária?
  • se sua renda fosse duplicada ou triplicada, como seria sua rotina?
  • você se vê como um trader em tempo integral ou um trader de dedicação parcial (part-time)?
  • você está conduzindo sua vida em direção a um objetivo ou meta?
  • você já teve um negócio próprio? Está ciente do comprometimento que é necessário em termos de tempo, capital e estresse?
  • você tem um plano de contingência?

Parabéns, você está qualificado!

Recapitulando alguns importantes requisitos para você conseguir investimentos ou ser convidado a operar uma mesa de trading:

  • Você vem negociando uma conta real, idealmente maior que USD 10.000, por pelo menos 18 meses;
  • Você é consistente e lucrativo;
  • Seus drawdowns são controlados;
  • Sua situação pessoal está em ordem;
  • Você possui um documento de 2 páginas com um resumo de sua carreira, uma descrição de seu método e suas principais estatísticas históricas;

Nesse estágio seu desempenho histórico faz de você um candidato viável para uma entrevista. Tipicamente essa é a fase na qual pedem para você abrir uma conta e operar sob constante avaliação dos investidores. É onde o Valor Arriscado Atual e outras métricas em tempo-real serão avaliadas.

Para ser realista, se sua performance em tempo real continuar refletindo sua performance histórica, investidores sérios vão começar te alocar de USD 100.000 a 250.000. Você vai começar a receber mais capital aos poucos. É totalmente alcançável a meta de gerenciar $1.000.000 se você tiver os contatos certos.

Dica extra: outro caminho a se seguir é criar uma conta em uma plataforma de social trading, ser “copiado” por outros investidores e assim aumentar seus retornos.

Agora é com você

Existem muitos caminhos para traders talentosos, mas seguir a rota de se conseguir investimentos é o que te permite conseguir um maior retorno para seus esforços. Pode ser inclusive mais interessante do que trabalhar em um prop shop, afinal essas empresas focam bastante em trading intraday (day trading) e trading de alta frequência. É muito raro que esse tipo de empresa permita trading de “baixa frequência”.

Independente do caminho escolhido, o primeiro passo com certeza é conseguir consistência. Esse é dos principais motivos pelos quais criamos nosso curso de trading: para você criar suas próprias estratégias e se tornar definitivamente consistente. A partir daí cabe a você construir seu histórico (track record) e decidir qual caminho trilhar. Estamos sempre disponíveis para te ajudar, oferecer apoio e avaliar sua performance atual.

 

Esse texto é uma tradução livre, via FxRenew


Compartilhe


Conheça