Trabalhe mais? Não! Trabalhe de maneira mais inteligente

O único propósito desse post é tentar te ajudar a economizar algum tempo se você está perseguindo uma carreira de trader e vem tendo alguns problemas, num esforço de fazer você trabalhar de forma mais inteligente.

Em relação a uma trade – com qual frequência somos deixados com nossas mãos para cima, nos perguntando que diabos acabou de acontecer e como podemos ter sido tão estúpidos? Você conhece essa sensação de desamparo, quando sua ganância e ego literalmente, fisicamente, te impedem de apertar o botão para fechar uma operação, porque “bem, eu não perdi ainda. Se essa porcaria de trade se reverter como deve (só porque eu digo que deve), eu posso evitar essa perda e tudo ficará bem.” Você sabe do que estou falando.

É um sentimento comum, e todos já passamos por isso.

A montanha russa

Se você é pelo menos um pouco parecido comigo, o começo da sua jornada como trader está recheada com altos e baixos em termos de nível de motivação. Havia momentos que eu lia algo inspirador e me sentia super motivado e partia para maratonas de 10 horas olhando para os gráficos e sentia que nada poderia me atrapalhar na dominação mundial e a me tornar o melhor trader de todos os tempos.

Já em outros dias, depois de algumas perdas feias, eu desligava meu computador depois da sessão e não havia dinheiro no mundo que me fizesse querer olhar para um gráfico. Então eu comia um saco inteiro de Doritos e pedia uma Pizza enquanto me chafurdava em minha auto-piedade e tristeza de como é difícil esse “jogo”, me perguntando porque estava fazendo isso comigo mesmo.

É um sentimento comum, e todos já passamos por isso.

Onde quero chegar com isso? Aqui está onde quero chegar: você precisar párar AMBOS comportamentos. Os dias que você passa muito tempo nos gráficos e estudando são tão ruins para você quanto os dias que você não faz nada. São duas formas horríveis de gerenciar seu tempo. Você precisar trabalhar de forma mais inteligente, não com mais afinco.

Haverão umas 500 vezes durante sua jornada como trader que você está 100% convencido de que você “descobriu o segredo” e que você “matou a charada”. Não acredite nesses pensamentos. Não ache que você vai acordar um dia e magicamente saberá como operar e que à partir de então será tudo verde e belo para sempre. Você está apenas se preparando para a próxima descida da montanha russa que é se tornar um trader de sucesso.

Levando si próprio até desse extremos, onde você vai super alto em relação ao trading e então super baixo quando a euforia acaba pela trigésima vez – isso promove e permite uma volatilidade emocional, exatamente o que estamos tentando eliminar te todos os aspectos de nosso trading.

Não existem atalhos

Quando mais você se esforça para encurtar seu caminho para o sucesso, mais longo ele será. Não existem atalhos.

Com isso eu quero dizer que se você está tendo dificuldade, não pense que a resposta está em se enterrar em 80 horas de estudos intensivos de análise técnica. Não é. O problema é você. Não os gráficos, não sua plataforma de trading, não o seu setup ou seus monitores. É você. Apenas você.

Portanto minha sugestão é a seguinte: a próxima vez que você estiver inspirado a partir para uma missão de dominação mundial, não comece com gráficos e padrões. Ao invés disso, foque seu tempo em encontrar um bom livro de psicologia de trading. Comece com algo que “ataca” a raiz de todos os seus problemas: sua própria cabeça. Enfrentando e dominando a você mesmo será muito mais efetivo do que ficar “escavando” gráficos antigos.

Eu conheço um programa de “eduação em trading” no qual você recebe um gigante pacote de gráficos antigos com preços de 2009 a 2014. Eu coço minha cabeça quando eu vejo isso… quem se preocupa com um monte de gráficos velhos de alguns anos atrás? Como isso te ajuda?

O mercado está constantemente mudando, como estão os diferentes gráficos, e para encontrar longevidade e sucesso você precisa desenvolver um senso de fluidez e flexibilidade para trabalhar com eles. Os ativos de hoje não se importam com seu conhecimento dos gráficos de 2009. Ler esse material ajuda? Com certeza. Mas não faça disso seu foco principal – tentando encher seu cérebro com análises técnicas do passado não vai te ajudar a crescer sua conta.

Então tire seu foco do “eu preciso estudar mais gráficos. Preciso me esforçar mais”. O processo de aprender trading é lento, e a única maneira de você realmente apreender não é estudando coisas que já acontecerem, mas através de horas em frente ao monitor, acompanhando os mercados. Simplesmente sente em frente ao computador e “assista” a ação do preço (price action) todo dia. Mesmo quando você estiver confuso, apenas assista. Vai começar a fazer mais sentido ao longo do tempo, apenas confie em mim.

Obtenha alguns conhecimentos do básica de análise técnica, o que a maioria de nós já possui, e então foque seu tempo em psicologia o nos aspectos mentais da gestão de suas operações. Essa é a melhor maneira de se fazer em minha opinião. Quando você tiver provado que é capaz de controlar suas emoções em uma operação, então e só então, você pode diversificar e focar em novos tipos de análise, padrões etc. Não o contrátrio. Esse não é o caso do ovo e da galinha. Não há discussão de que uma sólida base mental vem antes de todo o resto quando se trata de trading.

Existem bons livros sobre psicologia de trading, talvez valha a pena você considerar lê-los se ainda não o fez:

1) Mark Douglas – “Trading In the Zone”
(Veja aqui um pequeno resumo que fízemos em vídeo desse livro)

2) Brett Steenbarger – “The Psychology of Trading”

3) Van Tharp – “Trade Your Way to Financial Freedom”

Eu gostaria de finalizar esse post com uma rápida analogia ligada à preparação para sua jornada como trader:

Imagine que você está indo para uma guerra. Você poderia ler todos os livros sobre o assunto que quisesse, poderia passar por treinamentos, intensivos e realizar simulações para se “preparar”… mas não há nada como a coisa real. Nenhuma quantidade de preparação pode realmente te preparar para as situações reais até que você vivencie a experiência por si próprio.

O mesmo conceito se aplica ao trading. Você pode ler sobre e olhar gráficos passados o quanto quiser, mas até que você realmente comece a operar, se envolva em trades com seu próprio dinheiro, experiencie as emoções e “armadilhas”, nada pode realmente te preparar. Você simplesmente tem que começar. E crescer a partir daí num formato erro e acerto.

Você vai vivenciar perdas no começo, que são o porque deu estar batendo tanto na tecla de seu foco no aspecto mental e psicológico dessa “guerra”. Se você for capaz de controlar suas emoções e o aspecto psicológico, isso te ajudará a evitar de “quebrar sua conta” e vai permitir que você permaneça no jogo tempo o suficiente para “pegar o jeito da coisa”. Mas você tem que permanecer tempo o suficiente para alcançar esse ponto. É aí que a maioria falha. As pessoas não falham porque são incapazes. Falham simplesmente porque começam errado e gastam todo seu capital antes mesmo de darem a si próprios alguma chance de serem bem sucedidos.

Portanto, se você estiver “apanhando”, pense em deixar os gráficos e médias móveis de lado por um tempo e reflita um pouco sobre suas deficiências como trader e sua mentalidade. Melhorar esses aspectos vai melhorar todo o resto de forma exponencial. Pense nisso.

Tradução livre.


Compartilhe


Conheça