5 maneiras de diminuir a impulsividade no trading

Muitos traders sofrem com trades frutos da impulsividade. Por alguma razão, podemos criar o melhor e mais detalhado plano de trading, revisar os padrões que pretendemos operar, e decidir que faremos tudo da maneira correta, mas então descobrimos que metade das trades que executamos não estão dentro do plano!

Para muitos traders, simplesmente eliminar essas operações que estão “fora do plano” pode ser a diferença entre ganhar ou perder dinheiro, mas isso é surpreendentemente difícil de fazer.

Por que trades impulsivas tendem a ser trades tão ruins? Pode parecer que elas deviam ser apenas como jogar um cara ou coroa, mas a maioria dos traders descobrem que elas são operações perdedoras quase sempre… exceto por aquele grande grande acerto que reforça (de forma aleatória!) o ímpeto de abrir essas trades.

Acredito que o motivo dessas trades serem tão nocivas é porque elas trazem em si o pior das emoções humanas: o medo de perder (dinheiro), medo de perder uma oportunidade, a esperança desesperada de ter ganhos rápidos, raiva e imprudência. Você pode ter certeza que trades impulsivas vão atrapalhar seus retornos.

Para contornar isso, aqui estão cinco ideias concretas para te ajudar a parar com essas trades e assumir o controle do seu trading. Nenhuma delas é uma solução milagrosa, mas se aplicadas de forma consistente podem transformar seus resultados.

1- Crie um sistema de avaliação

Comprometa-se a um sistema de revisão e avaliação no qual você periodicamente revisa todas suas operações e dá a elas uma nota 1 ou 0 baseando-se apenas em um critério: a trade é totalmente justificada pelo seu plano de trade?

2- Crie consequências

Crie consequências, e essas consequências devem ser dolorosas. Você fez sua revisão, e você sabe quantas operações não se encaixam em seu plano de trading, mas esse é apenas o primeiro passo. Depois disso você precisa “se punir” pelo comportamento indesejado. Talvez você deixe de operar um dia (se for daytrader) ou uma semana de trading — simplesmente tire um tempo off e se permita ficar sem abrir NENHUMA operação durante esse tempo.

Talvez você opte por doar uma quantia significativa de dinheiro para uma instituição de caridade que vai completamente contra suas crenças ou princípios. Crie uma forma de “prestar contas” e consequências.

3- Entenda os motivos

Entenda porque você está fazendo essas trades. É por causa do tédio? Medo de perder oportunidades? Raiva de perdas anteriores? Tentar recuperar perdas? Existem situações específicas (ex: após uma sequência de perdas) ou tipo de mercado (alta volatilidade, baixa volatilidade etc.) que te levam a fazer mais dessas operações?

À medida que você se dedica a entender suas motivações, busque por razões efetivas que estão tendo um impacto negativo. Raramente cometemos erros por razões simples como “sou um estúpido e péssimo trader”.

Geralmente é uma característica positiva que está se expressando de uma maneira ruim: competitividade virando precipitação, por exemplo. Entender porque você está fazendo algo pode ser um passo importante na mudança de seu comportamento.

4- Esteja atento

Atente-se à trade antes que seja feita e se impeça fazê-la. Uma vez que você percebe o impacto negativo que essas trades impulsivas possuem em seus resultados, você pode ser capaz de se perguntar “essa é uma trade ‘real’ justificada pelo meu plano, ou estou ‘forçando’ uma trade?” antes de casa operação.

Muitas pessoas que pensam estar sofrendo com esse problema não resolveu realmente solucioná-lo; vale a pena decidir que você vai parar com essas trades e ver se simplesmente pensar antes de apertar o botão pode fazer diferença. Algumas vezes a solução mais simples é a melhor!

5- Crie uma checklist

Crie uma checklist física (em papel) que você usa antes de cada trade, e um dos itens da lista deve ser “a trade está de acordo com o plano”. Simplesmente possuir uma lista consistente que você usa como parte de seu processo pode quebrar o ciclo de impulsividade.

Eu já vi daytraders se preparando para fazer uma trade impulsiva, quase apertar o botão, lembrar que devem passar o checklist, ponderar a lista por alguns segundos, e então desistirem de fazer uma trade ruim. Não subestime o poder de uma checklist escrita.


Compartilhe


Conheça