Social Trading

Social Trading

Social Trading é o processo pelo qual investidores utilizam conteúdos de diferentes fontes da “web 2.0” para tomar decisões financeiras e de negociações.

No Social Trading utiliza-se novas formas de se analizar dados, de modo que pode-se copiar traders, técnicas e estratégias. Antes do social trading investidores e traders utilizavam apenas análise técnica e análise fundamentalista para tomar suas decisões de investimentos. Usando o social trading investidores puderam integrar indicadores sociais em seu processo de tomada de decisões.

Através dessas redes sociais de investimentos uma pessoa pode diminuir sua curva de aprendizado de como investir em Forex. Traders podem interagir uns com os outros, observar e copiar as operações (trades) que são realizadas. Podem assim aprender o que fez um trader de sucesso decidir entrar em cada uma de suas trades. Copiando todas as trades de alguém pode-se aprender quais estratégias funcionam e quais não funcionam.

História do Social Trading

Hoje temos redes de sociais de trading ultra modernas, como a Tradeo, mas antes da expansão da Internet negociações financeiras se caracterizavam pelo relacionamento entre clientes e corretoras e era centralizado em lugares físicos como bolsas de valores.

A noção clássica de social trading consiste de pessoas seguindo investidores de sucesso através de newsletters. Á medida que a Internet se consolidou, o trading eletrônico se tornou a principal forma de negociação financeira utilizada por investidores individuais. A adoção maciça de mídicas sociais como Facebook e Twitter foi seguida pela indústria financeira com traders fazendo o uso de ferramentas de compartilhamento de conhecimento. Traders passaram então a utilizar esses serviços como fontes de informação adicionais.

Foram criadas redes sociais de trading que são o centro do modelo de negócios de algumas empresas de trading, que passaram a explorar a popularidade de novos canais de redes sociais. Entre as primeira redes estão a eToro e a ZuluTrade. E hoje existem diversas corretoras que oferecem social trading.

Com a assimilação de características da Web 2.0 em praticamente todas as plataformas de trading, alguns traders começaram a seguir informações que são acessíveis através de ferramentas sociais ao invés de seguir meio de comunicação dedicados a isso. Ao se tornar parte da comunidade de social trading, traders podem utilizar estatísticas detalhadas e análises históricas para avaliar quais traders seguir e copiar.

Isso tudo é feito ou explicitamente seguindo as atividade de um ou mais traders ou de forma implicita, quando as decisões de um trader são influenciadas pelas ações e análises de outros traders.

Redes de Social trading agora oferecem plug-ins e pontes (bridges), permitindo que traders se conectem diretamente à suas plataformas de trading. Em 2012 o MetaTrader passou a oferecer a possibilidade de se realizar o copy trading diretamente na sua plataforma.

Principais características

Fluxo de Informação – Social Trading envolve o livre fluxo da informação entre investidores e especuladores individuais. O acesso à informação sempre foi de extrema importância em negociações financeiras e esse fluxo proporcionado por essas redes sociais pode ser benéfico para os investidores individuais.

Trading cooperativo – Social trading oferece aos traders a oportunidade de trabalhar juntos em times que podem negociar nos mercados colaborativamente, seja agrupando recursos, seja compartilhando pesquisas, análises e informação.

Monetização – Permitem diferentes tipos de forma de mnotização para investidores que gerenciam recursos ou “emitem sinais” que são copiados por outros traders. Também oferecem opção de renda passiva para pessoas que não possuem tempo para operar diariamente.

Transparência  – A maioria das plataformas de social trading exibem estatísticas de cada um dos traders, bem como posições abertas e já fechadas. Aquelas que são mais “sociais” permitem também chat entre traders e oferecem feeds de conversas nos quais os traders podem discutir sobre suas estratégias e desempenho.

Tipos de Social Trading

São diferentes os tipos de plataformas e abordagens ao trading social. Algumas soluções vão totalmente para o lado de rede social e usam plataforma própria. Outras soluções apenas recebem e enviam sinais de trading diretamente para o MetaTrader 4 ou MetaTrader 5.

Copy Trading

Copiar negociações (copy trading) permite que traders automaticamente copiem posições abertas e gerenciadas por um investidor selecionado, geralmente no contexto de uma rede social de investimentos.

Esse método faz um link entre uma porção dos fundos do investidor e a conta de trader que será copiado. Qualquer ação relacionada à negociações feita à partir de então pelo copiado, como abrir uma posição, definir um Stop Loss Take Profit, ou fechar posições, também são executadas na conta do trader que está copiando na proporção da parcela de capital alocada pelo copiador.

Aquele que está copiando geralmente possui a habilidade de “desconectar” operações copiadas e gerenciá-las por ele próprio. Também pode encerrar a relação de cópia completamente a qualquer momento.

O copy trading levou ao desenvolvimento de um novo tipo de portfólio de investimentos, o qual alguns da indústria chamam de “portfólios baseado em pessoa” (people-based portfolios). Esses portfólios se diferenciam dos portfólios de investimentos tradicionais na medida em que os fundos são investidos em outros investidores, ao invés de ativo tradicionais do mercado.

mirror trading

Mirror Trading

O método de espelhar traders (mirror trading) permite que especuladores no mercado financeiro automaticamente “espelhem” as operações executadas pelas estratégias que ele selecionou em sua corretora. Esse método é muito utilizado com estratégias automatizadas (robôs, algorítimos, EAs etc).

Traders podem selecionar estratégias que se adequem às suas preferencias pessoais, como tolerância a risco e lucros passados. Quando uma estratégia é selecionada, todos os sinais enviados pela estratégia serão automaticamente aplicados à conta de trading do “espelhador”. Não é necessária nenhuma intervenção pelo cliente já que todas as atividades são controladas pela plataforma.

É possível negociar uma ou mais estratégias ao mesmo tempo. Isso permite que o trader diversifique seus riscos mantenha controle sobre suas contas.

Se diferencia um pouco do copy trading na forma como as contas estão conectadas.

As redes sociais de Social Trading funcionam?

Parece fácil: basta encontrar um trader que está lucrando alocar algum capital para ele e começar a lucrar todos mês. Deixar “o dinheiro trabalhar para o dinheiro”, certo?

As redes sociais de investimentos podem ser uma boa forma de se aprender a investir ao poucos, vendo exemplos de outras pessoas. Mas a verdade é que elas não evitam que os traders iniciantes entrem para as estatísticas de peder quase todo o capital investido logo no começo.

É preciso saber o que se está fazendo

Antes de começar a investir dinheiro é muito importante estudar e utilizar contas de demonstração para se familiarizar com o mercado, com a plataforma escolhida, com riscos envolvidos e como se proteger.

Nunca coloque suas reservas financeiras em risco antes de conhecer totalmente o “ambiente” no qual você está operando.

Alto retorno sempre pressupõe alto risco

É perfeitamente possível ter renda passiva com investimentos de forma sustentável a longo prazo. Para isso é necessário escolher muito bem os traders ou sistemas que pretende copiar, avaliar os drawdowns médios de cada um, o risco de ruína e todas as outras estatísticas. É especialmente importante utilizar os mecanismos de proteção da plataforma que parem imediatamente de copiar um trader ou sistema que modifica a estratégia ou parâmetros de risco sem aviso prévio.

De um modo geral nunca deve-se deixar todo o seu capital “na mão” de um trader que você nem conhece pessoalmente e não tem nenhum compromisso com você.

Antes de pensar em investir, faça um bom curso de Forex e aprenda sobre gestão de risco e diversos tipos de análise que vão te ajudar: a saber se você realmente quer copiar (e como copiar se quiser seguir esse caminho) ou se você quer operar por conta própria.